domingo, 16 de junho de 2013

Enquanto dura o Poema em fotografia

Convidaram-me e eu fui. 
Levei ao " Um Poema da Vila" em Coruche, alguns poemas incendiários em fruto maduro e tudo o resto que a memória reclama com um sorriso.
Agradeço à Ana Freitas o convite, ao Eduardo Martins e ao José Castro a companhia e a boleia, ao José Cordeiro a excelente reportagem fotográfica e a todos os participantes do Poema na Vila a paciência que tiveram para aturar-me.
Abraços.
Enquanto dura o Poema; numa reportagem fotográfica de José Cordeiro.





Créditos fotográficos de José Cordeiro.

2 comentários:

  1. Muito obrigada, Sérgio, pela tua presença em um poema na vila. Como sempre, muito criativo, primaste pela originalidade, pela arte de bem dizer, pelos poemas escolhidos. Foi fantástico.
    Coruche não te esquecerá. Um beijo até sempre.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo convite e pela hospitalidade de braços abertos +porque sempre é perto, é já ali. Beijinhos

    ResponderEliminar