sábado, 18 de abril de 2009

e assim



e assim
das formas escuras e dos olhos cansados
o que fica é a paisagem dos passos cegos
e de outras passagens e acasos
a cidade não perdoa quem a habita de forma passageira
por outro lado
porque há sempre um outro lado
não podemos ficar aqui muito tempo
a cidade corpo agradece