quarta-feira, 2 de julho de 2014

Sisi




Esta é a Sisi - uma gatinha com 10 anos.  Conhecemo-nos ontem quando regressava a casa. Obrigou-me a parar para ouvir a sua história, ao mesmo tempo que trocámos umas festas.
Há uns anos, a dona da Sisi morreu e a gatinha foi adoptada pelos vizinhos do prédio. A gatinha está muito bem tratada e esterilizada. O curioso é que ela só aceita festas de homens e torna-se arisca ante a proximidade de uma mulher. Quem me contou isto foi uma senhora, vizinha da gatinha, que tentou tocar-lhe, porém sem sucesso.



Comigo passa-se o contrário - aprecio a companhia feminina mas também gosto dos afectos de Sisi. Partilhei esta ideia com a gatinha e ela não se importou. Entretanto, ouviu-se uma voz que a chamou e Sisi desatou a correr, talvez fosse hora de jantar. Não nos despedimos, porque o tempo corre de forma diferente quando estamos em sintonia e em paz connosco.
Fui para casa a pensar na simplicidade das coisas que fazem os dias durar anos. E Sisi bem podia sair de um filme francês a meio...



Sem comentários:

Enviar um comentário