quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Biomelides: corvo-marinho-de-faces-brancas (Phalacrocorax carbo)

Não foi sobre este corvo que Edgar Allan Poe escreveu o seu famoso poema "The Raven". O corvo-marinho-de-faces-brancas (Phalacrocorax carbo) é frequentemente observado de asas abertas, a secar ao sol, exibindo os reflexos da sua plumagem predominantemente negra, em contraste com o bico pintado de amarelo quente. Esta ave aquática escolhe as zonas húmidas do nosso país para passar o inverno, praticando em açudes, lagos, rios e albufeiras, os dotes de excelente mergulhador nas lides da pesca. 





Foi numa das veredas que circundam a lagoa de Melides que encontrámos este corvo-marinho, entre mergulhos e reflexões, à espera que da maré chegassem boas notícias, sem que à passagem lhe dedicássemos uma estrofe, antes um fotograma de um dia por escrever.

Sem comentários:

Enviar um comentário