quinta-feira, 16 de junho de 2016

Férias Planetárias







o mecanismo dos relógios de fogo atrasa o calor das horas planetárias
universais, incertas, invulgares, femininas de rotação triangular,
como se Vénus fosse um planeta habitado por relojoeiros desempregados
e Marte uma estância balnear de ébrios romancistas,
todos prisioneiros da imaginação e reféns de uma viajem
eternamente adiada.

tenho dias que estou de férias,
não tão poucas vezes deambulo num planeta destes,
colho luas,  escondo-me em cordilheiras, escavo crateras,
sinto-me aconchegado pela distância da razão
que me devolve e afasta deste pontinho de casa.


Sem comentários:

Enviar um comentário