terça-feira, 5 de junho de 2012

Projecto 4 Estações sobre Monsanto - Sardão (Lacerta lepida)



Foi uma experiência fantástica fotografar este réptil no seu habitat no Parque Florestal de Monsanto. Quando me dizerem que tinham visto um Sardão perto de uma ladeira apressei-me e planear uma sessão fotográfica com este maravilhoso animal. Nem sempre as coisas correm como nós desejamos, e depois de muitas horas de espera lá veio o nosso amigo dizer: Bom Dia!
O Sardão (Lacerta lepida) é o maior lagarto da Península Ibérica e pode viver aproximadamente 25 anos e atingir os 80 centímetros de comprimento. Nestas fotos o animal está abrir a boca não por sentir-se ameaçado mas antes por ter acabado de sair da toca, diria até que seria um bocejo à moda do Sardão.
 
Mas no  caso de sentir-se ameaçado, comporta-se de forma curiosa ao soltar a cauda como manobra de distracção, depois a mesma volta a regenerar.

Durante muitos anos foi alvo de perseguição. Em Portugal o seu estatuto é “não ameaçado (NT)” muito embora, possa ser considerado raro no norte do país. Esta magnífica espécie faz parte do Anexo II da Convenção de Berna e urge respeitar e preservar.

Depois de vários dias de convívio com o nosso amigo Sardão, este estranhamente desapareceu durante uma semana. E a sua toca foi ocupada por uma família muito curiosa, da qual irei falar no próximo artigo do projecto 4 Estações sobre Monsanto.


Sem comentários:

Enviar um comentário