quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Café Poema a "2" e em fotografia

pois é meus caros Amigos,

já cá faltava, não havia um único registo de luz sobre a fala dos nossos poemas, como não há fome que não dê em fartura, aqui ficam alguns momentos.
do Local

a bancada de todos os poetas e mais alguns


 o Poeta invisível


Café Poema - a duas vozes e nada cansadas


Café Poema - a duas vozes, de Pessoa e tal


Café Poema - a duas e a 3 vozes


Café Poema - a duas vozes e Régio


Café Poema - a duas vozes e Espanca


Café Poema - a duas vozes sobre a Pedra Filosofal


 Café Poema a dois, sentados e em pé



Café Poema - a duas vozes Pai e Filho


_____________________________________


desde já obrigado ao fotografo de serviço, de seu nome Rafael e a todos os participantes neste Café Poema a dois e em luz.





2 comentários:

  1. Olá!

    Depois de ver as fotografias Café Poema fiquei com a imagem de um espaço acolhedor e familiar, onde se pode tomar um banho de cultura e fraternidade.
    Abriu-me o apetite.
    BeijinhU,
    filipa fazenda.

    ResponderEliminar
  2. OLÁ SÉRGIO FIQUEI MUITO FELIZ PELAS FOTOS QUE ME ENVIOU E POR UM TODO EXTRAORDINÁRIO TRABALHO QUE FIZERAM, VÁ AO MEU BLOG QUANDO PUDER PARA VER O MEU
    TRABALHO FIZ O QUE PUDE NO MÍNIMO, BEM HAJA UM EXCELENTE 2011 COM PAZ E AMOR E MUITA POESIA!!! EMÍLIA AZEVEDO

    ResponderEliminar